Você pode até não acreditar, mas foram necessários 6 anos e 720.000 tentativas para ficar pronta

Desde 2009 que Alan McFadyen trabalha muito na sua profissão como fotógrafo da vida selvagem. De forma incrível, ele acabou de conseguir tirar uma foto que passou 6 anos tentando obter. Foi um trabalho árduo, de imensa paciência e paixão. McFadyen precisou de 4.200 horas e 720.000 fotos para ser capaz de obter o clique perfeito de um pássaro da espécie Martim-Pescador mergulhando diretamente na água, sem um único respingo.

“A foto que eu estava procurando e que era a de um mergulho perfeito, perfeitamente alinhado, sem respingo algum, exigia não só eu estar no lugar certo e ter muita sorte, mas também ter o próprio pássaro, é claro”, disse McFadyen ao The Herald Scotland. “Muitas vezes eu fazia 600 fotos em uma única sessão e nenhuma delas ficava boa. Mas agora eu olho para trás, para as milhares e milhares de fotos que tirei para obter essa imagem, e isso me faz perceber quanto trabalho eu tive para assegurar o meu objetivo”.

McFadyen, que também gere um negócio de fotografia de vida selvagem, foi inspirado a amar a natureza e a vida selvagem pelo seu avô. “Lembro-me de meu avô me levar para ver ninhos de Martim-Pescador e eu me lembro de estar completamente deslumbrado com a magnificência dos pássaros. Então, quando comecei a fotografar, voltei para o mesmo lugar para fotografar essa mesma espécie, que tanto me fascina até hoje”.

Veja só a imagem que demorou 6 anos, 4,200 horas e 720,000 fotos para Alan McFadyen conseguir tirar:

Alan McFadyen

Mesmo não sendo a imagem que ele queria, ele tirou outras fotos, que não deixam de ser impressionantes, dessa magnífica espécie de pássaro:

Alan McFadyen
Alan McFadyen
Alan McFadyen
Alan McFadyen

Todo o trabalho de McFadyen valeu a pena. Isso nos mostra o quão determinados são os fotógrafos na busca pelo ângulo e pela oportunidade perfeita de fazer de uma simples fotografia uma grande obra de arte.

Fonte: Bored Panda

COMPARTILHAR